TOP NEWS

Seja bem-vindo, ou bem-vinda ao meu site! Leia quantos poemas quiser... se possível, deixe seu comentário. Volte sempre!

30 de julho de 2015

CHEGA O TEMPO | POR ANDERSON C. SANDES


Relembrando um verso antigo
Cheguei à conclusão
De que nada é tão antigo
Que não toque um coração
De forma tão severa
Como a chuva toca o chão

Relendo um verso novo
Consegui então entender
De que nada é tão novo
Que não possa parecer
Que o futuro é sempre longe
Por maior que deva ser

Vou vivendo de passado
Co’a esperança de Pandora
Degustando o calendário
Conhecendo a minha hora
P’ra que quando chegue o tempo
Eu não queira ir embora

E quando chegar o dia
Quem sabe em tenra idade
E um anjo me tomar
E quem sabe sem maldade
Eu possa viver de futuro
E não mais sentir saudade


Anderson C. Sandes

....